domingo, 24 de fevereiro de 2008

Até que não foi tão ruim


Eu não posto aqui desde o Carnaval. Bom, depois do Carnaval, começaram minhas aulas na escola nova. Agora eu não sou a Dani, eu sou a Bixete. As vezes, lá na escola, eu até esqueço meu nome. E eu achava que ia ser ruim, mas até que não foi. Eu acabei fazendo amizade com umas meninas da minha sala (Diana, Helen, Nágila, Isabela, Déborah, Gabriela, outras...) e também com as da perua (Michele, Simone, Naty e Gabriela - sendo essa Gabriela a mesma da minha sala... hahaha). Os professores, em sua grande maioria, são ótimos. São legais, explicam bem e talz. Mas há a minoria. Não gostei muito da professora de Artes.. da professora de Química... da de Educação Física e da de Inglês. Acho que só. Na verdade, a de Inglês não me incomodou muito.. ela é severa, mas nada que não dê pra gente ir levando. O que me incomodou é que nessa escola, a gente estuda o Inglês Britânico, e eu super não quero aprender o inglês britânico. Até porque eu vou confundir tudo. Já estou confundindo, aliás. A única coisa boa desse 'Inglês Britânico' é que quando a gente vai ouvir o Cdzinho que vem no livro.. a voz do carinha é SUPER igual ao do Dr. Chase. Poderia até dizer que a gente tava aprendendo Inglês Australiano. Só dava eu dando risadinhas (internas, claro) na sala.

Nota mental: Não esquecer de fazer o textinho do teatro para a Aula de Artes. Não esquecer de fazer o textinho do teatro para a Aula de Artes. Não esquecer de fazer o textinho do teatro para a Aula de Artes.

E O QUE FOI O EPISÓDIO DE LOST DESSA SEMANA? Eu acho que eu assisti umas quatro vezes já. Fala sério, eu adoro a Kate. Eu adoro os flashbacks da Kate. E eu AMO os flashforwards da Kate. E eu aposto todas minhas fichas que a Claire vai morrer. Ou eu pelo menos gostaria que ela morresse, ela anda meio inútil na ilha... Hahahaha.

E a Season Finale de Prison Break me fez chorar, claro. Acho que foi o único episódio de Prison Break que eu chorei. Mas eu não sei se eu chorei de raiva do Lincoln, ou de dó do Michael. Acho que de dó do Michael. Mas então, eu ando assistindo (quase) todos os dias a primeira temporada (e depois meu pai me pergunta o porque de eu não poder emprestar todos os meus dvds pra ele).. e realmente, Prison Break era tãããão mais legal. Quando tinha o Abruzzi. Quando tinha a chatíssima Veronica. Quando o LJ fazia coisas idiotas, mas ainda era legalzinho. Quando um personagem IMPORTANTE DEMAIS era vivo ainda. Embora eu amasse esse personagem.. não sei como passei a não gostar. E agora eu espero que ele continue morto e não ressussite nem nada. Que o ator vá pra Groelândia viver com a família dele. E que o Michael morra solteiro na série. E que o Wentworth case comigo. Amém.

Beijos pra quem comentar (oi?).

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Bons Entrudos (Google it, stupid)



Acabou o Carnaval. Mas até que o Carnaval foi mais gostoso do que eu pensava... foi produtivo. Até porque recebi uma visita (in)esperada né..rs. Mas então. Já comentei o pavor que eu tenho de médicos? Não é medo, é pavor (entendi a diferença dos dois no episódio SOS de Medium, assistam.. hehe). Caraca, eu literalmente tremo de pavor. Fui no médico hoje (médica, pra ser precisa). Mas então. Tremia de medo. Caraca, eu não sei o porque de eu querer ser enfermeira. Acho que eu só tenho pavor de médicos se eu for a paciente...

E amanhã tem Lost. Caraca, como é bom gostar de Lost. Lost é sensacional, é uma das melhores séries de todos os tempos (e uma das minhas 598 preferidas). Adoro mistério.. ai Jesus, é amanhã! E por falar em séries, acabei de assistir Medium. Não sei o que vou fazer por esses dias... já que eu não sei de nenhuma série que possa me interessar... alguém quer indicar alguma série boa, realmente boa?

Esqueci de comentar os episódios da semana de House e Prison Break. Só de pensar me arrepia. Prison Break.. bom, fazia tempo que eu não ficava tão nervosa, tão impressionada e tão alegre ao assistir. Acho que o da semana que vem vai ser MUITO bom. E House também foi muito bom. Foi ótimo perceber que a nova equipe do House não é tão boa quanto a antiga. Eles estão tão preocupados em perder o emprego, que não fazem o serviço deles. Só faltou aparecer o Chase.. senti falta dele (sempre sinto).

Por falar em Chase, vai passar 'Grande Menina Pequena Mulher', quarta feira na Fox. Eu quase chorei de alegria.. só de ouvir o Jesse Spencer cantando 'Molly Smiles' na propaganda. Ai que tonta que eu sou. E coincidentemente, vai passar 'Sr e Sra Smith', segunda na Fox. Coincidentemente, por causa da Jennifer Morrison, claro.

Mas então, amanhã é meu último dia de férias e eu quero aproveitá-lo bem. E minha mãe tá brava, vou parar de escrever. Volto logo, acho.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Quase uma rainha, quase sublime.


Eu tô com mta mta mta vontade de ficar deitada na minha cama até o fim do feriado.. já tô sentindo a alegria carnavalesca me contagiar, eita coisa boa. Minha mãe ainda me faz o favor de arranjar várias programações para tooooodos esses dias. E ai de mim se dizer não. Minha única escapa seria o caso de eu ir pra casa do meu pai (o que eu não estou afim de fazer também, já que provavelmente ele arranjaria várias programações para todos esses dias, só que provavelmente um pouco mais... bom... envolve ver pessoas, coisa que eu gosto de evitas as vezes). Eu estou realmente com vontade de aproveitar minha ultima semana de férias. E dormir né, pelo amor de Deus!

Me senti uma rainha hoje, assistindo Lost. Eu acompanho em tempo real (quase - só um/uns dias de atraso) várias séries né... mas acompanhar Lost é quase sublime.
É como se vc tivesse um ingresso pra uma coisa realmente grande e famosa e você estivesse no camarim dessa coisa grande e famosa. Tá certo que metade dos fãs acompanham pela internet também (e bem antes do que eu). Mas fodam-se: era 9h30 da manhã e eu estava assistindo o episódio que passou ontem nos estados unidos... Pra muita gente, isso é grande.

E eu não canso de Prison Break. Claro, existem outras séries 'melhores'. Mas fodam-se todas elas. Eu adoro Prison Break. Eu amo Prison Break. Eu sou alucinada por Prison Break. Eu não sei viver (mentira) sem Prison Break. Eu tô quase surtando porque meu pai está com um DVD de Prison Break na casa dele. Meu pai provavelmente acha que eu sou doida (qualquer pessoa normal acharia isso). Mas não pelo fato de eu gostar de Prison Break. Pelo fato de eu conversar com objetos. Eu converso com os objetos que eu gosto muito. Minhas caixinhas de DVD: converso com todas. Converso com minha televisão. Converso com os meus sapatos. E outras coisas (não vou falar todas as coisas, vergonhoso demais).

Vou parar de falar bobagem. Eu gosto tanto de escrever, que provavelmente eu iria ficar escrevendo coisas sem noção até Quarta Feira. Seria bom demais, não seria?